sexta-feira, 1 de julho de 2011

life is a journey, not a destination.

Quando pensas em "prioridade", o que te vem desde logo ao pensamento são as coisas que mais contribuem para o teu bem-estar, para aquele gostinho de felicidade, tantas vezes efémero. Definir o que vem em "primeiro" torna-se complicado quando a realidade te obriga a defender um outro conceito do que é importante. A vida simplista com que todos utopiamos perde-se no meio de tantas questões e fazeres e o complicado de sempre marca posição, assumindo-se como prioritário. É-nos intrínseco ansiar pelo destino, perder os pormenores que fazem tudo valer a pena, em prol de nos certificarmos de uma "bandeirinha de chegada". Desde quando se tornou a meta tão importante que tornou, perante nós, a viagem totalmente desprezível?

Sem comentários:

Enviar um comentário