sexta-feira, 1 de abril de 2011

not April's fool.


Do tanto que poderia dizer, nada parece aproximar-se do ideal. Porque são mais do que olhares, gestos, momentos... Porque É bem mais do que palavras. Fez-me voltar a sentir e a acreditar. Fez-me voltar à vida, àquele medo de tudo e nada - ao que se sente quando se tem algo (único) a perder. Talvez o conceito perdido de "Felicidade" tenha sido reencontrado... Talvez a magia tenha sido reinventada... - parece-me também o uso da palavra "talvez" completamente desnecessário.



*

Sem comentários:

Enviar um comentário