sábado, 2 de abril de 2011

dancing in the rain.

Pensara que o tempo não havia esperado. Contemplou o ponteiro dos segundos avançando imperiosamente e alienou-se do espaço. Tentou colectar momentos, mas a efemeridade bateu-a aos pontos. O medo de menos prendeu-lhe as amarras, impedindo-a de perceber mais. Deixou de conseguir acompanhar as vontades e quereres do destino - entregou-se à sorte

Felizmente para Ela, desta vez, a sorte fora Tudo.

Sem comentários:

Enviar um comentário