domingo, 27 de fevereiro de 2011

bad dreams, bad dreams go away. good dreams, good dreams come here to stay.

Pergunto-me se estes não serão mais do que preocupações ocultas, medos infundados, lembranças tristes que resolvem assombrar. Pergunto-me se não serão mais, se não serão menos. Debato com a minha consciência e... nada. Nada é a resposta constante de um agora um tanto aborrecido. É uma balança que não sabe equilibrar. Talvez tenha perdido aquele contentar com o possível. Passei a reger-me pela lei do Tudo ou Nada. Canso-me com a mesma facilidade com que me espanto. Precisar, talvez precise de uma boa dose de amnésia.

Sem comentários:

Enviar um comentário