domingo, 3 de outubro de 2010

a força da natureza.

Quando somos assolados por um tremor-de-terra, não conseguimos deixar de esperar temorosamente pelas réplicas. No abrigo, aguardamos pelo "after shock" e suplicamos para que os danos, já causados pelo original, não se estendam. O tempo passa e, na ausência de mais catástrofes, sentimo-nos seguros, erguemo-nos em força e voltamos para o campo de batalha. O problema de tudo isto é quando, estando nós despreocupados da vida, sentimos, finalmente, a tal da réplica e, desprovidos de protecção, ficamos ainda mais esgalhados do que quando, pela primeira vez, a terra se abriu.

Sem comentários:

Enviar um comentário